quinta-feira, 16 de março de 2017

Tracklist do disco '8'

De acordo com o pessoal da Europa, que já passa da meia noite, já esta no Google Play a lista das músicas do disco novo '8'.
1) No Fun
2) Nimble Bastard
3) State of the Art
4) Glitterbomb
5) Undefeated
6) Loneliest
7) When I Became a Man
8) Familiar Faces
9) Love in a Time of Surveillance
10) Make no Sound in the Digital Forest
11) Throw out the Map

Música nova 'Glitterbomb' e pré-venda do disco '8'

A música nova "Glitterbomb" estará nas plataformas digitais (Spotify, etc) hoje a parte da meia noite!
A pré-venda do disco novo '8' começará amanhã. E junto com a pré-venda, virão alguma surpresas.


https://www.instagram.com/p/BRtFT6JFbeU/

quarta-feira, 15 de março de 2017

Incubus no Rock in Rio?

Segundo o jornalista José Norberto Flesh e o jornal Destak, o Incubus tocará no Rock in Rio 2017. O rumor é que eles toquem na última noite do festival, dia 24 de setembro, mesmo dia que o Red Hot Chili Peppers e Offspring. A notícia ainda não foi confirmada oficialmente pela organização do Rock in Rio nem pela banda, mas dificilmente não será verdade. A venda de ingressos pro Rock in Rio será dia 6 de abril.





http://www.destakjornal.com.br/noticias/diversao-arte/incubus-e-escalado-para-o-rock-in-rio-330908/

terça-feira, 7 de março de 2017

Como o Incubus recuperou o ritmo (Entrevista na Forbes)

Destacamos aqui algumas partes da entrevista do Brandon para a Forbes, que chamou o disco novo de 'monster rock record'.


Voltar com um disco novo depois de estar focado em suas artes
"Ajudou ter uma grande gravadora (Island) empurrando o projeto e nos dando apoio. Não experimentávamos esse tipo de entusiasmo de uma gravadora há um longo tempo, o que é tão reconfortante, porque colocamos tudo o que temos no que fazemos."

Disco novo '8'
Perguntado se o disco novo tem um sentimento meio de 'frustração', que deu muita energia aos vocais, guitarras e baixos. Ele disse: Mike e Ben estavam numa grande sintonia.
Para ele, esse disco foi o mais difícil de escrever, pelo momento pessoal que ele estava passando (ele acabou recentemente um relacionamento de quase 10 anos). Mas Dave Sardy, (produtor do disco), não facilitou pra ele e dizia: "Sim, você é incrível, cara, mas tente isso de novo e de novo e mais uma vez e mais uma vez.... foi tão incrível quanto poderia ser. Mas eu estou realmente muito feliz como acabou, espero que nossos fãs sintam da mesma maneira."

Trabalhar com  Dave Sardy foi desafiador. Eu fiz cada parte quase cem vezes, ele queria brutalizar minha voz até o ponto de começar a perdê-la no final do dia e ele dizia: "Só mais um", um que ele usaria. Você pode ouvir a tensão na minha voz neste disco. Parece uma boa causa, ele foi capaz de desenterrar outra camada da minha voz como cantor."

Música com Skrillex:
Ele foi no estúdio apenas ouvir umas músicas, e sugeriu pegar um material da música 'Familiar Faces' e mexer em uma música. Depois de algumas horas ele voltou com uma música, que eles amaram.


Aqui também o link de outra entrevista, para o Yahoo!

Ele também falou também sobre esse momento pessoal, que refletiu no processo de criação do disco.

"O amor é algo que está continuamente me inspirando, mas também é continuamente frustrante e indescritível. É como se fosse como o sabão no chuveiro: sai pelos dedos."

"Parecia coincidir com a escrita deste disco, e por isso há esses momentos em que emocionalmente eu estava um naufrágio entrando no estúdio. Então eu não sei se Mikey poderia pegar essas coisas: "Uau, você está um naufrágio agora - vamos escrever uma música".

"Eles (Mike e Ben) ficaram interessados em grandes riffs sujos e sujos, o que é realmente excitante para mim, como alguém que gosta de escrever canções de rock entre outros tipos de músicas".

"Ele foi em um estúdio separado por uma hora e meia, duas horas, e eu fui lá e foi tipo: 'C***! Como você trabalha tão rápido? Parece um gênio. Ele obviamente tem uma ética de trabalho forte, e parece que está realmente se divertindo o tempo todo. Então eu não estou surpreso, ele é muito prolífico, então juntar uma ética incrível de trabalho com isso de 'Eu vou fazer isso porque é divertido' e então você é Sonny."

E algumas impressões de Steve Baltin que fez a entrevista.
"O resultado é um álbum explosivo e cheio de tensão que é um dos melhores da carreira de um quarto de século. '8' é carregado com riffs fortes e ganchos, de Boyd e também muitos créditos para Mike Einziger e Ben Kenney.'